Projeto Colore, parceria entre Instituto Adus e NIVEA, acolhe refugiados LGBTI+ em São Paulo

O projeto está alinhado a Objetivos de Desenvolvimento Sustentável de erradicação da pobreza (ODS1), igualdade de gênero (ODS5), trabalho decente e crescimento econômico (ODS8) e redução de desigualdades (ODS10)

O Instituto Adus, organização sem fins lucrativos que promove a integração de refugiados no Brasil há mais de dez anos, lança o Projeto Colore, em parceria com a NIVEA, por meio de sua agenda de missão social Cuidado Além da Pele, com o objetivo de proporcionar a integração da população LGBTI+ na sociedade brasileira. A iniciativa é a primeira a acolher esse público em São Paulo e visa dar apoio em regularização migratória, na busca por vagas de empregos inclusivas, apoio jurídico e de serviço social, assim como, curso de letramento digital para a inclusão dessas pessoas no mercado de trabalho.

A iniciativa contempla encontros individuais e coletivos com refugiados LGBTI+, por meio da escuta ativa e rodas de conversas, com o intuito de compartilhar histórias e sanar dúvidas em um espaço seguro, para falar sobre algumas temáticas, entre elas, refúgio LGBTI+ no Brasil, direitos trabalhistas, acesso à serviços de assistência social, educação e saúde. Além da ajuda a essa população, o projeto prevê a sensibilização e capacitação de 50 empresários ou gestores de recursos humanos, para a inclusão das pessoas LGBTI+ no mercado de trabalho.

Para Marcelo Haydu, Diretor do Instituto Adus, o Brasil teve um significativo avanço no ano passado, com uma decisão em adotar medidas que simplificam o processo de reconhecimento das pessoas LGBTI+, provenientes de nações que impõem penalidades severas, incluindo pena de morte ou prisão. “A colaboração com a NIVEA demonstra nosso compromisso com o respeito e a preservação da vida dos refugiados, sendo essencial implementar todas as medidas indispensáveis para assegurar seus direitos e proteção. Queremos que o Instituto Adus seja visto como um espaço referência à população migrante LGBTI+”, comenta.

Com a estratégia “Viver bem sob a própria pele”, NIVEA propõe a inclusão produtiva por meio de geração de renda de comunidades LGBTI+ e negras, a exemplo do trabalho desempenhado pelo Instituto Adus. “Estamos felizes com essa nova parceria e com a realização do Projeto Colore. Nossa agenda de propósito segue, pelo quarto ano, impactando milhares de pessoas e temos certeza de que essa iniciativa dará suporte e novas perspectivas de vida para esses grupos que chegam ao Brasil em busca de um recomeço”, diz Ligia Annunziato, Gerente executiva de Sustentabilidade e Diversidade, Equidade e Inclusão (DE&I)  da Beiersdorf, casa de NIVEA e Eucerin, no Brasil.

O projeto está alinhado a Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, e tem como princípio a erradicação da pobreza (ODS1), igualdade de gênero (ODS5), trabalho decente e crescimento econômico (ODS8) e redução de desigualdades (ODS10) e irá, inicialmente, atender cerca de 300 migrantes e refugiados LGBTI+ que vivem na cidade de São Paulo. Os interessados em participar do Projeto Colore podem se inscreverem por meio do link disponível na página das redes sociais do Instituto Adus (https://www.instagram.com/adusbrasil/).

Compartilhe:

Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Assine a Newsletter

e receba conteúdos exclusivos para o seu sucesso

Entrevistas Identidades de Sucesso

Edit Template

sobre

Ecossistema de conteúdos e entrevistas exclusivas sobre Carreira . Gestão Empresarial . Liderança . Autoconhecimento . Mentalidade de Sucesso

Acompanhe as nossas redes sociais

assine nossa newsletter

Siga a Letícia nas redes sociais

© 2024 Identidades de Sucesso | Empresa do Grupo Identidade | Todos os Direitos Reservados | Portal desenvolvido por ID Branding & Co.