Um passeio pelos castelos, fortes e mosteiros de Nova York

A cidade, famosa pelos arranha-céus, também conta com diversas dessas construções históricas imponentes, testemunhas do passado e da devoção de Nova York à arte clássica

Embora Nova York seja conhecida pelos arranha-céus grandiosos – muitos dos quais considerados verdadeiros ícones locais –, há um aspecto da cidade que remete a momentos marcantes de sua história e à influência e interesse pela arte, sobretudo no antigo estilo europeu.  

No início do século 19, Nova York planejou e construiu fortificações para ajudar a proteger seus estreitos contra invasões. Esse conjunto de fortes ficou conhecido como Segundo Sistema Americano de defesa costeira, cujos vestígios permanecem até hoje em vários distritos. Na mesma época, alguns museus e templos religiosos também foram erguidos com inspiração na arte clássica.  

São essas joias arquitetônicas, que brilham nos cinco distritos locais e são testemunhas da história, desenvolvimento e gosto da cidade pela arte, que a NYC Tourism + Conventions convida a descobrir no ano em que a metrópole celebra seus 400 anos de fundação. 

MANHATTAN

Belvedere Castle

Crédito: Will Steacy – NYC Tourism + Conventions/Divulgação.

Onde: dentro do Central Park, na 79th Street  

Horário de funcionamento: aberto todos os dias, das 10h às 17h. Fechado no Dia de Ação de Graças, Natal e ano novo.  

Preço: grátis  

O Belvedere Castle, no Central Park, faz jus ao seu nome, que significa “bela vista” em italiano, já que descortina um belo panorama do parque a partir de seus terraços e pavilhões. Projetado em estilo gótico e românico pelo codesigner do Central Park, Calvert Vaux, e pelo arquiteto Jacob Wrey Mould, a estrutura, os terraços e os pavilhões adjacentes foram chamados de Belvedere, que significa “bela vista” em italiano. Originalmente, o complexo construído com xisto, um tipo de rocha característica da região, e concluído em 1872, não tinha janelas ou portas, pois foi projetado para ser uma torre de vigia ao ar livre. Hoje, fazendo jus a seu nome, o Belvedere continua a oferecer uma bela vista panorâmica do Central Park, destacando o Turtle Pond e o Great Lawn, ao norte, o Ramble, ao sul, e o skyline urbano ao redor. O castelo também abriga um dos centros de visitantes do parque e uma loja de presentes e, no horário em que está aberto, os visitantes podem subir a outros terraços para desfrutar de um ponto de vista ainda mais alto.

The Met Cloisters

Crédito: The Metropolitan Museum of Art/Divulgação

Onde: 99 Margaret Corbin Drive, Fort Tryon Park  

Horário de funcionamento: de quinta a terça-feira, das 10h às 17h. Fechado às quartas-feiras e no Dia de Ação de Graças, Natal e ano novo.  

Preço: adultos, US$ 30; maiores de 65 anos, US$ 22; estudantes, US$ 17; menores de 12 anos, grátis. Os ingressos podem ser comprados com antecedência aqui.  

O Met Cloisters fica ao norte de Manhattan, ocupando uma área de aproximadamente 1,6 hectare às margens do Rio Hudson. Essa área é conhecida por estar situada acima do Lenapehoking, terra natal da diáspora Lenape (grupo de diversas tribos indígenas organizadas dos Estados Unidos) e local histórico de reunião e comércio desses povos, que continuam a viver e trabalhar na área.  

O edifício, erguido a partir de 1933, é a unidade do Metropolitan Museum of Art (The Met) dedicado à arte, à arquitetura e aos jardins da Europa medieval, e seu nome vem dos claustros que compõem o coração do edifício. Visitá-lo e apreciar sua coleção com mais de 2 mil peças é como viajar no tempo: a arquitetura antiga está incorporada em um edifício moderno construído expressamente para evocar a Idade Média, ao qual foram incorporados elementos originais de mosteiros, igrejas, castelos e outras estruturas medievais europeias.  

No nível térreo, há o belo Trie Café, aberto entre abril e outubro e que oferece comida leve em um ambiente ao ar livre tranquilo e com vista para um jardim interno do museu.  

Fort Jay e Castle Williams

Construído entre 1807 e 1811, o Castle Williams, em Governors Island, fazia parte de um sistema defensivo mais amplo de Nova York (Crédito: National Park Service/Divulgação)

Onde: extremo norte de Governors Island  

Horário: sábados e domingos, das 10h às 17h 

Preço: acesso gratuito, mas é necessário pagar uma balsa para chegar à ilha (acesse essa informação aqui

Governors Island é uma ilha de 70 hectares, que fica a 10 minutos de balsa de Lower Manhattan e Brooklyn. O Governors Island National Monument administra 9 hectares dentro da ilha, contendo o Fort Jay e o Castle Williams.  

As tropas continentais ergueram pela primeira vez obras defensivas no ponto mais alto de Governors Island entre 1775 e 1776. Em 1797, o temor de uma invasão francesa resultou em um esforço para concluir e melhorar a fortificação costeira, que recebeu o nome de Fort Jay em homenagem a John Jay, então governador do Estado de Nova York.  

O Castle Williams, por sua vez, é uma construção defensiva circular de arenito vermelho na ponta oeste de Governors Island. Ele foi projetado pelo engenheiro-chefe do Corpo de Engenheiros do Exército dos Estados Unidos, o tenente-coronel Jonathan Williams, que lhe deu o nome, e é considerado um protótipo de novas formas de fortificação costeira. Construído entre 1807 e 1811, o castelo era um componente de um sistema defensivo mais amplo para o porto interno. 

Castle Clinton

(Crédito: National Park Service/Divulgação)

Onde: 17 Battery Pl., Battery Park  

Horário: aberto todos os dias, das 7h45 às 17h, exceto no Dia de Ação de Graças e no Natal  

Preço: grátis 

A frase “construído para manter as pessoas fora, mas agora recebe milhões”, encontrada ali, é uma descrição precisa da evolução desse monumento nacional. Ele foi originalmente erguido como um forte para a Guerra de 1812 contra as forças britânicas, com o objetivo de complementar as defesas do castelo Williams, em Governors Island. Entretanto, a edificação nunca foi usada para esse fim. Desde então, o Castle Clinton serviu como casa de ópera (1840-1855), estação de imigração (1855-1890) e aquário (1896-1941).  

Hoje, os visitantes podem explorar o forte e visitar as exposições. O programa Junior Ranger está disponível para crianças, e a Eastern National Bookstore oferece uma grande variedade de livros e lembranças. A série anual de concertos Music at Castle Clinton é mais uma atração do local, onde também é possível comprar ingressos para o Sculpture Cruises, cruzeiro oficial que leva os visitantes à Estátua da Liberdade e Ellis Island, partindo do Battery Park Promenade. 

St. Paul’s Chapel

(Crédito: Collin Winterbottom – St. Paul’s Chapel/Divulgação)

Onde: 209 Broadway, Financial District  

Horário: todos os dias, das 8h30 às 18h  

Preço: grátis  

A St. Paul’s Chapel faz parte da paróquia da Trinity Church Wall Street. Construída em 1766, é o lar de uma comunidade ativa de fiéis. Ela abriga uma grande variedade de eventos artísticos e da vizinhança, recebendo mais de 1 milhão de visitantes por ano.  

A St. Paul’s era uma “capela de conveniência” para aqueles que não queriam caminhar alguns quarteirões ao sul, em ruas não pavimentadas, até a Trinity. Uma década depois, o Grande Incêndio de 1776 destruiu 

a primeira Igreja Trinity, mas a St Paul’s sobreviveu, graças à ajuda de 

uma brigada.  

Até que a segunda Trinity Church fosse reconstruída, em 1790, muitos fiéis, inclusive o o primeiro presidente dos Estados Unidos, George Washington, fizeram da St. Paul sua igreja local. Em 30 de abril de 1789, depois que Washington fez o juramento para assumir a presidência, ele foi do Federal Hall, em Wall Street, para a St. Paul’s Chapel, onde assistiu aos cultos.

QUEENS 

Fort Totten 

Onde: Cross Island Pkwy, entre Totten Ave. e 15 Rd., Fort Totten Park  

Horário: sábados e domingos, das 10h ao meio-dia e das 13h às 15h  

Preço: grátis  

Este forte em Willets Point, que começou a ser erguido em 1862, é circundando pelo parque homônimo, oferecendo diversão e relax num local que outrora serviu como base do Exército dos Estados Unidos e ainda é usado para treinamento da polícia e do corpo de bombeiros de Nova York.  

No verão, os frequentadores podem dar um mergulho ou remar em canoas pelo Long Island Sound. Durante o inverno, os apreciadores de pássaros se reúnem para observar as aves aquáticas migratórias descansando antes de sua longa jornada para o sul. E, explorar a fortaleza e os edifícios ao redor continua sendo uma aventura única em qualquer época do ano. Os guardas florestais urbanos conduzem passeios regulares pela fortaleza, enquanto os funcionários do centro de visitantes fornecem informações para aqueles que preferem explorá-la por conta própria. 

BROOKLYN 

Litchfield Villa

(Crédito: Divulgação)

Onde: 95 Prospect Park West, Prospect Park  

Horário: de segunda a sexta-feira, das 9h às 17h  

Preço: grátis  

Também conhecida como “Grace Hill”, é uma mansão de estilo italiano construída entre 1854 e 1857. Projetada por Alexander Jackson Davis, o principal arquiteto americano do estilo italiano da época, foi encomendada pelo empreendedor imobiliário e ferroviário Edwin Clark Litchfield.  

Em 1868, ali foi criado o Prospect Park, mas a construção felizmente seguiu de pé e atualmente abriga os escritórios administrativos da Prospect Park Alliance. Assim, os fãs de arquitetura podem ver a fachada italiana do século 19, refinada e romântica, com torres e cúpulas ornamentadas enquanto passeiam pelo parque. 

THE BRONX 

Fort Schuyler

(Crédito: SUNY Maritime/Divulgação)

Onde: Wadhams St., Throgs Neck  

Horário: de segunda a sábado, das 9h às 16h, mesmo horário de funcionamento do Maritime Industry Museum  

Preço: grátis  

Remontando a 1833, foi restaurando um século depois para se tornar a base terrestre permanente da New York State Merchant Marine Academy. Desde então, Fort Schuyler tem sido a sede da escola, que foi renomeada para Maritime College, parte da State University of New York (SUNY).  

Ao longo dos anos, o complexo recebeu diversas adições, incluindo a construção de vários prédios que servem como salas de aula, refeitórios, dormitórios, laboratórios, uma base militar, escritórios e alojamentos para funcionários, além de uma ponte, a Throgs Neck. No entanto, o forte continua sendo a pedra fundamental da universidade e abriga o Maritime Industry Museum.  

Corpus Christi Monastery

(Crédito: Divulgação)

Onde: 1.230 Lafayette Ave, Hunts Point  

Horário: a missa é realizada às 9h aos domingos; às 7h30 às segundas, terças e sábados; às 8h às quartas-feiras; e às 7h15 às quintas e

sextas-feiras  

Preço: grátis  

Madre Maria de Jesus (nascida Julia Crooks na cidade de Nova York), tendo entrado para a Ordem em Oullins, na França, fundou o Mosteiro de São Domingos em Newark, Nova Jersey, em 1880. Anos mais tarde, ela e outras freiras se mudaram para a área de Morrisania, em Nova York, a convite do arcebispo Michael Augustine Corrigan, fundando o Corpus Christi Monastery em 1891 em um terreno adquirido na Lafayette Avenue e na Baretto Street.  

STATEN ISLAND

Fort Wadsworth 

Onde: 210 New York Ave, Gateway National Recreation Area  

Horário: de sexta a segunda-feira, das 10h às 16h (para outras áreas do parque, consulte o site).  

Preço: grátis  

Localizado na costa nordeste de Staten Island, o complexo que abriga o Fort Wadsworth é um parque público de 80 hectares que já foi o mais longo forte militar em operação contínua do país. O local, que agora faz parte da Gateway National Recreation Area, oferece aos visitantes muitas oportunidades para explorar a história do lugar, seja caminhando pelos túneis subterrâneos do forte, indo à torre para ter vistas incríveis, visitando a casa histórica Mont Sec ou aprendendo mais sobre o meio ambiente no centro de visitantes.  

Staten Island, assim como o restante da cidade de Nova York, foi ocupada pelos britânicos entre 1776 e 1783, que fortificaram a área hoje conhecida como Fort Adsworth em 1779. Após a Revolução Americana, a proteção de Nova York, que havia sido tão facilmente invadida, tornou-se uma prioridade para o novo governo americano, que ali também ergueu os fortes Morton e Hudson, posteriormente modernizados e que passaram a se chamar Battery Morton e Battery Hudson, numa área toda cuidada pela Marinha norte-americana. Em 1994, o órgão entregou o Fort Wadsworth ao National Park Service. 

Para saber tudo o que há para ver e fazer na cidade de Nova York, visite https://www.nyctourism.com e siga @nyctourism nas redes sociais.

Compartilhe:

Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Assine a Newsletter

e receba conteúdos exclusivos para o seu sucesso

Entrevistas Identidades de Sucesso

Edit Template

sobre

Ecossistema de conteúdos e entrevistas exclusivas sobre Carreira . Gestão Empresarial . Liderança . Autoconhecimento . Mentalidade de Sucesso

Acompanhe as nossas redes sociais

assine nossa newsletter

Siga a Letícia nas redes sociais

© 2024 Identidades de Sucesso | Empresa do Grupo Identidade | Todos os Direitos Reservados | Portal desenvolvido por ID Branding & Co.