Comunicação não violenta: resolva conflitos com diálogos e construa pontes

No cenário corporativo, cada vez mais, a eficácia da comunicação é um fator determinante para o sucesso de uma empresa. No entanto, muitas organizações enfrentam desafios significativos relacionados à comunicação, que vão desde conflitos interpessoais até lacunas na compreensão mútua entre líderes e equipes e entre lideranças de diferentes setores.

Pesquisas recentes indicam que a falta de comunicação eficaz é uma das principais causas de disfunção dentro das empresas. De acordo com o relatório State of the Global Workplace 2023, feito pela Gallup, apenas 23% dos funcionários se sentem engajados no trabalho. Isto é reflexo da falta de comunicação clara e transparente, conflitos não resolvidos e mal-entendidos frequentes, que resultam em aumento do estresse no local de trabalho, baixa produtividade e perda de talentos.

Diante desse contexto, a Comunicação Não Violenta (CNV) emerge como uma abordagem transformadora para resolver esses desafios. Desenvolvida pelo psicólogo americano Marshall Rosenberg, a CNV é baseada em uma compreensão profunda das necessidades humanas e na crença de que todas as pessoas têm o desejo intrínseco de contribuir para o bem-estar dos outros.

Rosenberg argumenta que a maioria dos conflitos surge da incapacidade de expressar sentimentos e necessidades de forma clara e compassiva. Ao adotar os princípios da CNV, os líderes podem criar um ambiente onde todos se sentam valorizados e ouvidos, confiantes e engajados.

No entanto, é importante ressaltar que nem toda comunicação rotulada como CNV é autêntica. Muitas vezes, as lideranças adotam uma versão superficial da CNV, onde a empatia é apenas uma fachada, e questões fundamentais são negligenciadas, resultando em dinâmicas tóxicas e desconfiança entre os membros da equipe.

Os Benefícios Tangíveis da CNV

Para implementar efetivamente a CNV, os líderes precisam estar dispostos a se comprometer com uma cultura de comunicação aberta e transparente. E a boa notícia é que a CNV é uma habilidade que pode ser aprendida e aprimorada com o tempo. 

Os líderes que dominam a CNV colhem uma série de benefícios tanto para si mesmos quanto para suas equipes. Ao implementar a CNV, os líderes tornam-se mais eficazes na resolução pacífica de conflitos, na promoção de um ambiente de trabalho positivo e colaborativo, e na construção de relacionamentos baseados em confiança e respeito mútuo.

Além disso, a CNV também contribui para fortalecer a resiliência da equipe e aumentar a produtividade, promovendo a possibilidade de resultados excepcionais para a empresa como um todo.

Implementando a CNV na Prática

Mas como exatamente os líderes podem implementar a prática da CNV em suas empresas? Aqui estão cinco passos práticos que podem fazer toda a diferença:

  • Escuta Ativa: Demonstre interesse genuíno no que os membros da equipe têm a dizer, prestando atenção não apenas às palavras, mas também aos sentimentos e necessidades subjacentes.
  • Feedback Construtivo: Forneça feedback de maneira construtiva, concentrando-se em observações específicas e no impacto do comportamento na equipe.
  • Resolução Colaborativa de Conflitos: Convide todas as partes envolvidas a participar de uma conversa honesta e aberta para encontrar uma solução que atenda às necessidades de todos.
  • Comunicação Autêntica: Seja autêntico em sua comunicação, expressando-se de maneira honesta e transparente.
  • Empatia Genuína: Pratique a empatia colocando-se no lugar do outro e tentando compreender suas experiências, sentimentos e perspectivas.

Estes são somente alguns dos passos para implementar uma Comunicação Não Violenta, mas já é um bom começo para “colocar o ambiente em ordem”.

Além de Marshall Rosenberg, outros pensadores como Stephen Covey e Brené Brown também abordam a importância da comunicação eficaz nas organizações. Covey, autor do best-seller “Os 7 Hábitos das Pessoas Altamente Eficazes”, enfatiza a importância de buscar primeiro compreender para depois ser compreendido, destacando a necessidade de empatia e escuta ativa. Já Brené Brown, em suas obras sobre vulnerabilidade e coragem, ressalta a importância de uma comunicação autêntica e honesta para construir relacionamentos genuínos e significativos.

Para implementar efetivamente a CNV, os líderes precisam estar dispostos a se comprometer com uma cultura de comunicação aberta e transparente. E a boa notícia é que a CNV é uma habilidade que pode ser aprendida e aprimorada com o tempo.”

Letícia de Freitas e Castro, jornalista e empresária

Em suma, a Comunicação Não Violenta é uma ferramenta poderosa para líderes que buscam promover uma cultura organizacional saudável e alcançar resultados excepcionais, em um ambiente de trabalho que nutre o crescimento e o sucesso de todos.

Letícia de Freitas e Castro

Jornalista, empresária, palestrante e mentora. Vice-Presidente do Grupo de Empresários e Fundadora do Identidades de Sucesso | Grupo Identidade. 

www.leticiadefreitasecastro.com.br

Compartilhe:

1 Comentário

  • vorbelutr ioperbir

    I’ve been exploring for a little bit for any high quality articles or weblog posts in this kind of space . Exploring in Yahoo I at last stumbled upon this site. Reading this info So i’m satisfied to express that I have an incredibly just right uncanny feeling I discovered exactly what I needed. I so much surely will make sure to do not put out of your mind this website and provides it a look on a relentless basis.

    http://www.vorbelutrioperbir.com

Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Assine a Newsletter

e receba conteúdos exclusivos para o seu sucesso

Entrevistas Identidades de Sucesso

Edit Template

sobre

Ecossistema de conteúdos e entrevistas exclusivas sobre Carreira . Gestão Empresarial . Liderança . Autoconhecimento . Mentalidade de Sucesso

Acompanhe as nossas redes sociais

assine nossa newsletter

Siga a Letícia nas redes sociais

© 2024 Identidades de Sucesso | Empresa do Grupo Identidade | Todos os Direitos Reservados | Portal desenvolvido por ID Branding & Co.